Últimas Notícias

Banheiro da UFMG é pichado com suástica: ‘Pelo fim do mimimi e dos privilégios’

Reprodução/Twitter/UFMG
A porta de um dos banheiros do Centro de Atividade Didáticas (CAD) 3 da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no câmpus Pampulha, em Belo Horizonte, foi pichada com uma suástica e com o número 17, fazendo alusão ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro. O caso ocorreu nesta sexta-feira (19)
“Faculdade é coisa séria, para poucos! Pelo fim do mimimi e dos privilégios”, diz a frase acompanhada de B17 e do símbolo do nazismo. A imagem foi compartilhada no Twitter e internautas denunciaram o caso.
Ao Bhaz, Anna Carolina de Paiva Leal, coordenadora do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFMG, disse que eles foram acionados por alunos e que foram ao local citado e confirmaram a pichação.

“Estamos tomando as providências e pedindo apoio jurídico. Por se tratar de um crime podemos acionar a Polícia Federal (PF), iremos nos posicionar por meio de nota”, disse Carolina destacando que está em contato com o pró-Reitor de Assuntos Estudantis, Tarcísio Mauro.
Ainda no Twitter alguns internautas disseram que a pichação teria sido apagada após a denúncia, algo desmentido pela coordenação do DCE. “Fomos informados e ao irmos no local confirmamos a denúncia. Por se tratar de uma prova de crime, não se pode apagar. A pichação continua por lá”, disse Anna Carolina.
Segundo informou o DCE, o local foi interditado.
A reitora Sandra Regina Goulart Almeida e o vice-reitor Alessandro Fernandes Moreira condenaram, em nota veiculada na noite desta sexta-feira, a “pichação ofensiva” contra membros da comunidade universitária no prédio do CAD3, no câmpus Pampulha.
Com informações do Portal BHAZ

Nenhum comentário