Últimas Notícias

106 são presos em operação contra pornografia infantil em todo o país

Divulgação / Polícia Civil
A Operação Luz da infância - que investiga casos de pornografia infantil - prendeu 106 pessoas em flagrante, até a manhã desta quinta-feira (28/3). A ação é realizada pelo Ministério da Justiça junto à Secretaria de Infância e Adolescência e às Polícias Civis e Federal. De acordo com o ministro da justiça, Sérgio Moro, a quarta fase desta operação é um recado para os que cometem esse tipo de crime. “É um crime extremamente grave. Tolerância tem que ser zero para abuso de criança e de adolescentes”, afirmou. 


A operação realizada hoje envolveu os 26 estados e o Distrito Federal. Foram efetuadas, até o momento, 266 mandados de busca e apreensões. “Esse número talvez seja maior até o final do dia”, disse Moro. “É realmente muito importante essa investigação. Não foi só um trabalho só cibernética foram feitas”, completou. 

Segundo o coordenador do laboratório de inteligência cibernética, Alessando Barreto, o perfil das vítimas dessa fase foi, em sua maioria, composta por homens, de 19 a 29 anos. As vítimas são das mais variadas faixas etárias. “Tem crianças vítimas a partir de dois anos. Existem várias formas de abuso, inclusive, através das redes socias”, reforçou. Para Barreto, a pena máxima de oito anos, é pouco comparado à gravidade do crime. “Em outros países temos penas de 10 a 20 anos para este tipo de crime”, disse. 


Barreto reforçou a presença da operação de hoje em todos os estados do Brasil. “ Essa é a primeira vez que temos uma operação contra abuso e exploração sexual dessa monta que alcançou os 26 estados da federação e o DF com todas as polícias civis trabalhando coordenadas. Essa é a quarta fase. Nas três primeiras, tivemos mais de 400 presos em flagrante.

“O trabalho de monitoramento de acompanhamento de autoridades precisa ser constante”, reforçou Barreto. Como existe a apuração dos materiais colhidos nos mandados de busca, o número de presos em flagrante pode aumentar até o final do dia.

( Copyright © 2019, Toni Oliveira - Minas em Foco, com Policia Civil e Agências de Noticias. Todos os direitos reservados ) 

Nenhum comentário