Últimas Notícias

Prefeito do interior de São Paulo sanciona lei que proíbe fogos de artifício com barulho

Lei sancionada pela Prefeitura prevê melhorar o bem-estar de crianças, idosos e animais, que são sensíveis a barulhos intensos

Projeto  proíbe fogos de artifício com estampido - Foto: Reprodução
O prefeito Antonio Carlos Reschini da cidade de Descalvado interior de São Paulo  sancionou na ultima segunda-feira, 18, o projeto de lei que proíbe a queima, soltura e manuseio de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos que façam barulho. A lei visa o bem-estar de animais, bebês, crianças, idosos e pessoas doentes que sofrem com os estouros e estampidos provocados pela soltura destes artefatos.


A Lei N.º 4.303 – de autoria do Vereador Paulinho Gabrielli - prevê que a proibição se estenda a todo o território municipal, incluindo recintos fechados e abertos, bem como em áreas públicas ou locais privados. 

O prefeito salientou que o Poder Executivo fará a regulamentação da Lei no prazo de 60 dias, sendo de responsabilidade do poder público a fiscalização, mas também pediu o apoio dos ativistas e protetores dos animais para que ajudem a denunciar casos de descumprimento da lei.
Caso haja o descumprimento da Lei, ao infrator será imposta uma multa no valor de R$ 2 mil, valor este que será dobrado na primeira reincidência e quadruplicado a partir da segunda reincidência, ficando ainda estabelecido um período inferior a 30 dias para caracterizar a repetição do ato de infração.


Vale ressaltar que se excetuam da proibição, a soltura de fogos de artifícios ou artefatos pirotécnicos que não produzem efeitos sonoros ou ruidosos (estouros).


( Copyright © 2019, Toni Oliveira - Minas em Foco com Assessoria de Comunicação. Todos os direitos reservados ) 




Nenhum comentário