Últimas Notícias

Corpo encontrado esquartejado em Córrego em Ouro Fino é identificado e dois adolescentes são detidos

Adolescentes  envolvidos no crime, foram ouvidos e liberados   - Reprodução Rádio Difusora de Ouro Fino)
O corpo esquartejado que  foi encontrado  na manha de quarta-feira (16) por volta das 11h30, no lago Córrego das Gralhas em Ouro Fino, é identificado. Segundo a policia, o corpo é de Verena Sebastiana Aruarte da Silva, de 35 anos. 


No local foi encontrado dois braços e a cabeça foram encontrados pelos bombeiros, dentro de um tambor de plástico azul, que estava num dos cantos do lago. Havia ainda um segundo tambor azul entre a vegetação que pode também ter sido usado para transportar as partes do corpo.


O corpo de Verena foi reconhecido pelo ex-marido , através de uma tatuagem e de um dragão que ela havia feito nas costas. Além disso, as roupas encontradas no lago tinham as mesmas características da que Verena usava no dia 01 de outubro, quando saiu de casa para comprar água mineral. 
Faca utilizada no crime, foi apreendida pela PM -   ( Reprodução Rádio Difusora de Ouro Fino)
De acordo com a Policia Militar, através dos relatos descobriu-se que Verena possuía um relacionamento com o suspeito da autoria do homicídio, de 24 anos. Os Policiais foram até a  namorada do suspeito de 36 anos,  que após ser entrevistada, ela relatou que o autor disse que teria feito uma besteira e em breve ela teria notícias nos jornais.
Foto: Radio Difusora de Ouro Fino
Ao entrevistar o filho namorada do suspeito de 17 anos, o adolescente  relatou que o autor fez contato com ele e disse ter matado uma mulher e precisava de ajuda. O  adolescente disse que levou um outro garoto de 15 anos e, juntos, esquartejaram o corpo da vítima para serem transportados em tambores, e em um carro de aplicativo levaram o corpo até próximo ao lago onde ele foi descartado. Eles não souberam  informar qual foi veículo.


Os dois adolescentes foram encaminhados juntamente com seus responsável até a delegacia. Após serem ouvidos, eles foram liberados. O principal suspeito pelo crima continua foragido. Da redação Toni Oliveira - Minas em Foco / É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo ) 


Nenhum comentário