Cauê faleceu na manha desta terça-feira - Foto: Rede Social
Morreu na manha desta terça-feira (17) a quinta vítima do acidente grave registrado na madrugada deste domingo (15) por volta das 2h45, no bairro  bairro Pinhão Roxo em Lambari, após o veículos que eles estavam bater em um poste. 

Cauê Rodrigues de Moraes, de 17 anos, que estava internado na UTI do Hospital Bom Pastor, em Varginha, não resistiu aos ferimentos e faleceu. Na tarde de segunda-feira (16) a quarta vitima,  Marcelo Coutinho Nascimento, de 19 anos, que estava internado na UTI do Hospital de São Lourenço, também faleceu. 


Marcelo faleceu na tarde de segunda-feira - Foto: Rede Social
Morreram no local do acidente, Eduardo Ribeiro Bruno, de 19 anos, João Pedro dos Santos Nogueira, de 18, e Derick dos Santos Franco, de 17.

O acidente
Três jovens morreram no grave acidente registrado na madrugada deste domingo (15) por volta das 2h45, no bairro  bairro Pinhão Roxo, em Lambari, após o veículos que eles estavam bater em um poste. Segundo a PM, sete pessoas entre idades de 17 a 20 anos, estariam no veículo. 

Os três jovens morreram no local do acidente - Fotos: Rede Social
De acordo com a Policia Militar, os jovem estariam voltando de uma festa, quando o motorista do carro de  modelo Corsa Classic, atingiu o poste de energia elétrica. O veiculo chegou a atingir o portão de uma residência, que ficou completamente destruído.  


Ainda de acordo com a Policia Militar, três jovens  Eduardo Ribeiro Bruno, João Pedro dos Santos Nogueira e Derick dos Santos Franco, morreram no local e quatro foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros de Três Corações, para os Hospitais da cidade e de São Lourenço. Não há informações sobre o estados de saúde dos outros quatro jovens que foram socorridos.



Veiculo ficou completamente destruído - Foto: Via Aplicativo WhatsApp 
Os corpos foram encaminhados ao IML (Instituto Médico Legal) de São Lourenço. O carro foi guinchado ao pátio do Detran-MG. As causas do acidente serão investigada pela Policia Civil.Por Toni Oliveira @jornalistatonioliveira ) É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo