Casal era da cidade de Congonhal - Foto: Redes Sociais
O casal que morreu ontem em um acidente de trânsito, entre dois carros, na noite desta quarta-feira (1), no KM 95,9, por volta das 22h10 na BR-459 em Pouso Alegre, será velado e enterrado nesta sexta-feira (3), em Congonhal


Maria Aparecida de Limas Camargo de 66 anos, mais conhecida como dona Cida Lima, era professora aposentada e já atuou como diretora de Escola e inspetora da superintendência de ensino em Pouso Alegre. José Roberto Camargo de 70 anos, mais conhecido como Zé Baixinho, era musico em Congonhal. O casal  deixa filhos, noras e netos. 

O velório será realizado a partir das 16h de hoje,  na Funerária Ferraciolli em Congonhal e o sepultamento esta previsto para  amanha (03), às 11h no Cemitério Municipal da cidade.

O neto do casal permanece internado no Hospital Samuel Libânio, em Pouso Alegre, onde deve passar por uma cirurgia.

O acidente
Foto: Divulgação / PRF
Um homem de 70 anos e uma mulher de 66 anos, morreram após acidente entre dois carros, na noite desta quarta-feira (1), na BR-459 em Pouso Alegre. O acidente aconteceu no KM 95,9, por volta das 22h10. 


Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os veículos Fiat/Uno Mille com placas de Congonhal e um Ford/Escort com placas de Pouso Alegre, bateram de frente após um dos condutores ter invadido a contramão da rodovia.

Ainda segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a passageira Maria Aparecida de Limas Camargo, do veículo Fiat/Uno Mille, morreu no local. O motorista de 38 anos do  Ford/Escort ,  mais um passageiro de 20 anos do Fiat/Uno Mille, foram resgatados e encaminhados em estado grave ao Hospital Samuel Libânio por unidades do SAMU e Corpo de Bombeiros.  O condutor do Fiat/Uno Mille, José Roberto Camargo, chegou a ser socorrido, mas acabou falecendo no Hospital. 

Foto: Divulgação / PRF
O corpo da vitima foi resgatado e encaminhado pelo Grupo PAF, para o Instituto Médico Legal, de Pouso Alegre.  Durante os trabalhos de resgate a rodovia chegou a ficar interditada nos dois sentidos. Não chovia no momento do acidente e as causas estão sendo investigadas. ( Toni Oliveira - Minas em Foco É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo )