Há ainda 18 óbitos em investigação pela doença e 39.842 casos prováveis de dengue no Estado


Imagem: Getty Images
Em meio a pandemia pelo coronavírus, Minas Gerais ainda lida com a disseminação da dengue. Mais um óbito foi confirmado nesta semana e o Estado já tem três mortes pela doença, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta terça-feira (31). 


Além disso, são 39.842 casos prováveis de dengue. Um aumento de quase 5.000 casos em uma semana, já que na última terça-feira (24) eram 35.639 casos prováveis.

As mortes foram confirmadas nas cidades de Medina e Itinga, ambas no Vale do Jequitinhonha, e Carneirinho, no Triângulo Mineiro. Além das mortes confirmadas, há ainda 18 óbitos em investigação.

Outras doenças causadas pelo Aedes aegypti
Em relação à Febre Chikungunya, foram registrados em 2020, 715 casos. Há um óbito em investigação no município de Campo Belo, no Sul de Minas. Já em relação à Zika, são 236 casos prováveis, sendo 59 em gestantes.