Esse fenômeno do céu avermelhado, apesar de chamar muito a atenção de quem o observa, não é raro e, inclusive, acontece com muita frequência, praticamente todo dia - Imagem: Célia 
A  moradora Célia do bairro Colina Verde em Pouso Alegre ficou impressionada com o entardecer avermelhado na última terça-feira, 30, que resultou em uma linda foto, registrada e postada na página do Portal Minas em Foco.
.
Além de linda, a imagen mostram um fenômeno interessante, que pode ocorrer durante o nascente ou durante o poente, chamado “Espalhamento Mie”.


De acordo com especialistas, o Espalhamento Mie ocorre quando as partículas suspensas na atmosfera tem o mesmo comprimento de onda da luz que está sendo espalhada. Poeira, pólen, minúsculas gotículas de água (estava chuviscando no momento) são as principais responsáveis pelo Espalhamento Mie, afetando comprimentos de onda maiores, que correspondem às cores laranja e vermelho.

Em locais de altitudes mais elevadas, o céu costuma ser mais azul, porque a quantidade de partículas que provocam a Dispersão de Rayleigh costuma ser menor. O Espalhamento Rayleigh também explica (em grande parte) a coloração azul do céu, resultado da dispersão da luz solar por partículas muito menores na atmosfera, nas horas em que o sol está mais elevado.


A dispersão Rayleigh é uma homenagem ao matemático e físico inglês John William Strutt, conhecido como Lord Rayleigh, pesquisador dos fenômenos ondulatórios.


Você tem fotos de um pôr do sol ou nascer do dia inesquecível? Compartilhe nas redes sociais usando a hashtag #vocêfotógrafo