© Pixabay
Uma clínica odontológica foi interditada pela Vigilância Sanitária de Pouso Alegre,no início da noite desta sexta-feira (17),após denúncias de que um dentista continuava atendendo no local depois da esposa, também dentista, ter sido diagnosticada com o novo coronavírus.Fiscais da vigilância estiveram na clínica e lacraram o estabelecimento. A Polícia Militar acompanhou a ação dos fiscais.


Conforme informações da prefeitura, o casal foi orientado por autoridades de saúde a ficar em isolamento domiciliar, mas eles descumpriram a ordem e foram trabalhar.

Ainda segundo a prefeitura os profissionais estariam descumprindo nota técnica que orienta em relação ao atendimento odontológico no enfrentamento ao Covid-19. Um boletim de ocorrência foi registrado e eles podem responder por crime à saúde pública.

Confira nota da prefeitura na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Pouso Alegre informa que, a interdição da Clínica Odontológica foi feita após denúncia à Vigilância Epidemiológica / Sanitária, de que um profissional dentista do estabelecimento com suspeita do novo coronavírus estava realizando atendimentos eletivos, em descumprimento a Nota Técnica COES MINAS COVID-19 Nº 11/2020 - 24/03/2020, que orienta em relação ao Atendimento Odontológico no Cenário de Enfrentamento da Doença do Coronavírus (COVID-19).


A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde tem o compromisso com a população de evitar a disseminação da doença pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), promovendo a prevenção e aumentando a capacidade de resposta do Município no enfrentamento do novo Coronavírus, visando reduzir a incidência e a interrupção da transmissão local.