© Redes Sociais
O cantor e compositor Wilson Leôncio de Melo, conhecido nacionalmente como João Mulato, morreu, na manhã desta segunda-feira (20), no Hospital Estadual de Bauru. O artista estava internado desde a última sexta-feira (17) e faleceu aos 69 anos.

João Mulato era natural de Passos (MG), mas morava em Bauru há 12 anos, no Parque Paulistano. Violeiro admirado, descobriu a doença há um ano, aproximadamente. Desde então, vinha fazendo as sessões de quimioterapia para o tratamento.


Ícone do sertanejo raiz e conhecido por ser o primeiro violeiro canhoto a inverter a sequência das notas na viola caipira, João Mulato começou a sua carreira em 1970, ao lado de Domingos Miguel dos Santos, o Bambico, seu primeiro parceiro.

Com Bambico, João Mulato foi o primeiro a gravar “Meu Reino Encantado” que, anos mais tarde, também faria sucesso com Daniel. João Mulato então formou dupla com Douradinho, outro êxito.


“Ao Mestre Com Carinho”, “Tempo de Infância”, “A Última Viagem” e “Violeiro Sem Viola” são algumas das músicas gravadas pelos dois.

João Mulato tocou ao lado de outros grandes nomes como Tião Carreiro, Tonico & Tinoco, Pardinho e Paraíso. com Pardinho e Paraíso também chegou a formar dupla.

Suas últimas gravações voltaram a ser ao lado de parceiro que adotou o nome Douradinho, dando continuidade ao legado da dupla que acumulou mais de 30 anos de carreira. Com Douradinho, aliás, lançou seu último álbum “Tudo a ver”, em 2012.

Veja o vídeo sobre sua carreira na música sertaneja