© Getty Images
Minas Gerais é o segundo Estado do Brasil com a menor taxa de mortalidade a cada 100 mil habitantes pelo novo coronavírus (Covid-19), segundo dados do Ministério da Saúde (MS), divulgados neste sábado (16). O Estado fica atrás apenas do Mato Grosso do Sul. 


Os números mostram que a taxa de mortalidade a cada 100 mil habitantes pelo coronavírus em Minas é de 0,7 e no Mato Grosso do Sul é de 0,5. O Estado que tem a taxa mais alta do país é o Amazonas com 34,1, seguido pelo Ceará com 18 e Pernambuco com 15,9. No Brasil essa taxa é de 7,7.

Nos Estados do Sudeste os números também são bem mais altos que em Minas. O Rio de Janeiro é o que tem a taxa mais alta por 100 mil habitantes na região com 15,7, depois vem São Paulo (10,4) e depois o Espírito Santo com 7,1.

Em relação a taxa da incidência da doença a cada 100 mil habitantes, Minas também é o segundo Estado com os números menores. Em MG a taxa é de 21,8 e também o Mato Grosso do Sul tem o menor registro com 20,5. A incidência mais alta por habitantes é no Amazonas com 490,5. 


Mortes em Minas 

Em Minas Gerais, os dados da Secretaria Estadual de Saúde mostram que já há 156 pessoas mortas no Estado, 4.611 casos confirmados, sendo que 2.203 casos acompanhados e 2.252 pessoas se recuperaram. 

Apesar da baixa taxa de mortalidade, vale lembrar que o Estado demora até 16 dias para computador os dados. Um homem, de 64 anos, que morreu no dia 1º de maio, só teve a morte inserida na lista de óbitos do Estado neste domingo (17). ( As informações são do O Tempo )