Projeto de revitalização abrange toda estrutura do sistema de semáforos existente na cidade
© Divulgação / Prefeitura
A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes da Prefeitura de Pouso Alegre inicia nesta quinta-feira (7 de maio) a segunda etapa dos serviços para  revitalizar a sinalização semafórica da cidade. A previsão é de que os serviços sejam concluídos em 30 dias.


O objetivo visa o aumento da segurança e bem-estar de todos, principalmente dos pedestres, que passarão a ter a indicação dos momentos adequados para a travessia nas vias públicas.


© Divulgação / Prefeitura
A etapa inicial, realizada no ano passado, contemplou os grupos de sinais instalados na Praça Senador José Bento, Avenida Doutor Lisboa, Praça João Pinheiro e Rua Alferes Gomes de Medela.  Nesta segunda fase a revitalização abrange os semáforos dos seguintes cruzamentos: Av. Silviano Brandão com Rua Tiradentes, Rua Comendador José Garcia com João Basílio, Comendador com Rua João Parenti e ainda a Comendador com Prefeito Sapucaí, além da Rua João Parenti com Rua Professor Mendonça, todas no Centro.


© Divulgação / Prefeitura
Em bairros, a revitalização atinge os semáforos na Av. Vicente Simões com Av. Cel. Brito Filho e Vicente Simões com Rua Claudio Manoel da Costa, ambas no bairro Nova Pouso Alegre; Av. Vereador Antônio da Costa Rios com Rua Joaquim Pedro de Caldas (Sesi) e Av. Vereador Antônio da Costa Rios com Rua Padre Natalino (Supermercado Bonifácio), no bairro São Geraldo; Av. Vereador Antônio da Costa Rios no acesso à Escola Estadual Vinícius Meyer (bairro Costa Rios); Av. Prefeito Olavo Gomes de Oliveira com Av. Elias Guersoni (cruzamento do Clube de Campo Pouso Alegre), no bairro Jardim Califórnia e, por fim a Av. Moisés Lopes da Silva com a Rua Ondina Pereira Rios, no bairro Árvore Grande.



© Divulgação / Prefeitura
Os serviços serão executados por empresa especializada em sinalização semafórica. No contrato está incluída toda a estruturação dos 18 sistemas existentes de semáforos, com a substituição de cabeamento elétrico, troca de colunas e postes disfuncionais, implantação de novos grupos focais veiculares e de pedestres, instalação de dispositivos de funcionamento automático em situações de interrupção da energia elétrica (tipo nobreak) e demais ações de revitalização funcional.